Translate this blog

Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

SEHLIPA | Cubatão 2017: comunicado

Caros colegas,

Inicialmente, planejei a realização da sexta edição do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA), em 2017, para ser realizada no município de Cubatão (SP). Logo após cada edição do evento eu tenho apresentado ao público a sede para o ano seguinte. Além disso, concebi o projeto, em 2011, para que fosse anual e itinerante.

Naturalmente, após seis anos de trabalho e muitas realizações, a estratégia que orienta a execução do projeto apontou para novos rumos, conforme resumo a seguir:
  • O evento deixará de ser anual, passando para edições bienais ou trienais;
  • A sede das edições vindouras será anunciada em um ano após a edição presente;
  • A gratuidade será extinta, sendo criadas diferentes categorias de participantes;
  • Além das palestras, serão inseridas sessões temáticas paralelas;
  • Os participantes poderão apresentar propostas de palestras e submeter trabalhos;
  • Será instituída comissão científica, responsável pela avaliação de trabalhos submetidos;
  • O Seminário poderá ser realizado em mais de um dia, podendo ser agregada feira de serviços;
  • A programação poderá ser composta paralelamente por atividades culturais e sociais.

Informo aos colegas, parceiros e apoiadores que a presente edição do Seminário de Hospitalidade está cancelada. Por motivações diversas, não vejo terreno fértil para a execução do projeto neste ano, em Cubatão, tampouco momento próspero para aplicar o investimento de tempo, energia, dinheiro e contatos necessários.

Mais que isso, como muitos sabem, sou aluno do Doutorado em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi, de São Paulo. Estou em período crítico do curso, com diversas atividades concomitantes e, então, sem condições de prestar a devida atenção à gestão do projeto do SEHLIPA.

Tomei a decisão após ponderar bastante, mas tenho certeza de que este passo para trás servirá para dermos o impulso necessário para a execução da próxima edição do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista.

Enquanto isso, recomendo a leitura de meu livro recém lançado, intitulado: “Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista” (Ed. Scortecci, 2017).

Vendas exclusivas on-line: https://goo.gl/RqOUV2 

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria

terça-feira, 16 de maio de 2017

Semana marca publicações de professor do curso de Turismo do IFSP Câmpus Cubatão em eventos internacionais

Produção científica do professor Aristides Faria, do IFSP Câmpus Cubatão, é apresentada em congressos realizadas em Portugal e Dinamarca.

Professor Aristides Faria, atuante no Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), obteve aprovação de dois trabalhos científicos a serem apresentados em congressos internacionais.

A primeira apresentação se dará na conferência internacional INVTUR, promovida pela Universidade de Aveiro, em Portugal (https://www.ua.pt/invtur/), cujo tema central é “Cocriar o futuro do turismo”.

O estudo a ser apresentado intitula-se "Gestão de riscos inerentes ao turismo: estudo comparativo entre regiões turísticas de São Paulo e Minas Gerais, Brasil" e tem coautoria de Vanuza Bastos e da Profa. Dra. Elizabeth Kyoko Wada, docente e coordenadora do Programa de Pós-graduação em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities) – quem efetivamente apresentarão os resultados da investigação.

A pesquisa objetivou identificar os fatores que impactam de maneira positiva e/ou negativa na competitividade do setor de viagens e turismo em nível regional. Foram analisadas duas regiões turísticas: Estrada Real, em Minas Gerais, e Costa da Mata Atlântica, denominação que faz referência aos nove municípios que compõem a Região Metropolitana da Baixada Santista, no litoral de São Paulo.

Na Dinamarca, o trabalho intitulado “Aproximações entre Comunicação, Turismo e Gestão da Hospitalidade: um estudo empírico”, também em coautoria com a professora Beth Wada, será apresentado na CHME Research Conference (http://chme17.org), sediada pela University College of Northern Denmark (UCN).

O estudo objetivou promover reflexões sobre o potencial desenvolvimento de uma solução de base tecnológica capaz de auxiliar gestores de destinos turísticos e prestadores de serviços na tarefa de gerenciar as demandas de seus stakeholders (trabalhadores, consumidores, fornecedores, entes governamentais etc.).

É utilizado como exemplo o “Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos” (SIGESTur), que é fruto de projeto de iniciação científica desenvolvido no âmbito do Câmpus Cubatão e foi um dos dez finalistas no Camp de Inovação no Turismo, premiação promovida pelo Portal Panrotas – mídia especializada em turismo – e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e que teve sua primeira edição realizada entre os dias 25 e 27 de novembro de 2016 na cidade de São Paulo.

No artigo é proposta discussão sobre as possíveis convergências entre turismo (espaços patrimoniais), hospitalidade (relacionamento entre os stakeholders) e comunicação (jogos pervasivos, aplicativos para dispositivos móveis e redes sociais).

..:: Mais informações ::..



CHME Research Conference: http://chme17.org

segunda-feira, 3 de abril de 2017

SIGESTur é tema de apresentação em seminário de turismo realizado na Espanha

Protótipo do aplicativo
SIGESTur (http://app.vc/sigestur/)
Sistema criado a partir de projeto de iniciação científica do IFSP Câmpus Cubatão é tema de trabalho acadêmico aprovado para apresentação em seminário espanhol.

Aristides Faria, professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), é idealizador do “Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos” (SIGESTur).

O Sistema foi criado a partir dos resultados do projeto de Iniciação Científica “Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista” (Edital PIBIFSP nº 003/2016). Fato que sublinha a relevância da atuação em ensino, pesquisa e extensão por parte do corpo docente da instituição.

Nos dias 26 e 27 de outubro, o Instituto Universitario de Investigaciones Turísticas (IUIT) da Universidad de Alicante (www.ua.es), realizará o Seminario Internacional “Smart Tourism Destinations” (#STDRM2017).

O tema central do evento são os “novos horizontes na pesquisa e gestão em turismo”. O professor obteve aprovação para apresentação de trabalho intitulado “Aproximações entre Comunicação e Hospitalidade: estudo empírico sobre potenciais aplicações na gestão de destinos turísticos”, que tem coautoria de Elizabeth Kyoko Wada, docente e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities).

Este estudo trata da proposição de novos modelos de negócios, no caso, para gerenciamento de destinos turísticos. Ainda que conceitual, o SIGESTur tem forte fundamentação na experiência do destino “Costa da Mata Atlântica” – denominação turística para a Região Metropolitana da Baixada Santista.

A temática a ser apresentada na Espanha é tema das aulas que o professor ministra nas disciplinas Gestão Pública, Marketing e Turismo e Fundamentos do Turismo (I). Além disso, estes conteúdos foram extensivamente abordados no livro recém publicado “Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista” (Ed. Scortecci, 2017).

Mais informações sobre o #STDRM2017: http://blogs.ua.es/destinosturisticosinteligentes/

sexta-feira, 31 de março de 2017

SEHLIPA | Cubatão 2017 será realizado no segundo semestre


Aristides Faria, idealizador do projeto e realizador do evento, informa que evento acontecerá durante o mês de outubro na cidade sede já definida.

A sexta edição do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) vem aí! O já tradicional evento reúne profissionais, empresários e autoridades públicas atuantes no setor de viagens e turismo no estado de São Paulo e será realizado no segundo semestre deste ano.

Ao contrário das edições anteriores, que aconteceram entre os meses de abril e maio, em 2017, o SEHLIPA acontecerá durante o mês de outubro, quando a marca [RH em Hospitalidade] completará 10 anos de existência.

No dia 02 de outubro de 2007 foi ao ar a primeira postagem do blog [RH], que anos mais tarde se transformou em uma empresa de assessoria em educação corporativa com foco no setor de serviços. Confira a seguir o link para o primeiro post do blog.


blog [RH em Hospitalidade] percorreu até aqui uma história digna de registro:

2009: Prêmio TopBlog: um dos 100 mais populares na categoria ‘Variedades profissionais’;

2010: Prêmio TopBlog: um dos 100 mais populares na categoria ‘Variedades profissionais’;

2010: Prêmio Marketing & Empreendedores, promovido pela revista Top of Business, em São Paulo;

2011: Prêmio TopBlog: um dos 30 mais populares na categoria ‘Empreendedorismo’;

2012: Prêmio TopBlog: um dos 30 mais populares na categoria ‘Empreendedorismo’;

2013: Prêmio Quality Brasil, promovido pela Sociedade Brasileira de Educação e Integração (SBEI), Hebraica São Paulo.

2014: Prêmio TopBlog: 2° colocado na categoria "Empreendedorismo"

A proposta original, naturalmente, se transformou ao longo do tempo e, em 2012, tornou-se um evento presencial: o SEHLIPA. O Seminário tem realização anual e itinerante pelas Estâncias Turísticas paulistas. Os municípios que já sediam o evento foram: Guarujá (2012), Praia Grande (2013), São Paulo (2014), Santos (2015) e Itanhaém.

SEHLIPA | Itanhaém 2016
..:: Sobre o SEHLIPA ::..

A primeira edição do SEHLIPA foi realizada no município do Guarujá (2012), o segundo Seminário aconteceu em Praia Grande (2013), a terceira edição do evento foi em São Paulo (2014), a quarta em Santos (2015) e a quinta em Itanhaém (2016).

Em 2017, o SEHLIPA será realizado em Cubatão!

O público-alvo do projeto é composto por profissionais, empresários e autoridades públicas atuantes no setor de viagens e turismo. O objetivo do SEHLIPA é criar espaço para relacionamento corporativo e geração oportunidades de negócios.


Informações: sehlipa.com | sehlipa.blogspot.com | facebook.com/sehlipa | twitter.com/sehlipa | instagram.com/sehlipa | app.vc/sehlipa

Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista (Vendas on-line)


Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista (Entrevista)


Projeto sobre turismo do IFSP Câmpus Cubatão será apresentado em congresso internacional

A Universidade Federal de Pernambuco sediará a próxima edição do Fórum ABRATUR 2017, evento que reúne docentes e pesquisadores de turismo atuantes em diversos países.

Professor Aristides Faria, do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), apresentará os resultados de projeto de iniciação científica durante fórum da Academia Internacional para o Desenvolvimento da Pesquisa em Turismo no Brasil.

O trabalho aprovado intitula-se “Competitividade no setor de viagens e turismo: a experiência do Litoral Paulista, Região Sudeste Brasileira” e versa sobre os resultados obtidos a partir da realização de projeto de iniciação científica “Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos no Litoral Paulista” (Edital PIBIFSP nº 003/2016).

A pesquisa possui convergência, ainda, com as disciplinas Fundamentos do Turismo (I) e Gestão Pública, ambas ministradas pelo professor no referido Câmpus. Atualmente, o docente coordena dois projetos de iniciação científica sobre competitividade do mercado regional de turismo:
  • Competitividade: análise do mercado de turismo no Litoral Paulista (Edital PIBIFSP nº 010/2016); e
  • Observatoriodoturismo.com: monitoramento e avaliação de políticas públicas de fomento ao turismo no litoral paulista (Portaria nº 1.652, de 04 de maio de 2015/PIVICT).

O trabalho aprovado tem coautoria de Elizabeth Kyoko Wada, docente e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities).

O evento acontecerá em Recife (PE), entre os dias 7 e 9 de junho, e terá como palestrantes pesquisadores e docentes expoentes no campo do turismo como Miguel Moital (Bournemouth University, Reino Unido), Luiz Trigo (Universidade de São Paulo) e Gui Lohmann (Griffith University, Austrália).

..:: Sobre a Abratur ::..

A ABRATUR visa contribuir para a internacionalização da pesquisa brasileira em Turismo por meio da promoção da integração e cooperação entre pesquisadores.

A internacionalização tem como objetivos o desenvolvimento da pesquisa e a consequente ampliação da contribuição desta atividade à sociedade. Internacionalizar significa aumentar o contato com o mundo estrangeiro, possibilitando maior trânsito de ideias e soluções. Desta forma, a internacionalização é uma via de mão dupla por meio da qual a pesquisa brasileira em Turismo pode se beneficiar do contato com pesquisas e pesquisadores estrangeiros, bem como contribuir para o conhecimento disponível em âmbito mundial.

Fundada em 2011, a ABRATUR é formada por pesquisadores do Turismo inseridos na comunidade acadêmica internacional e envolvidos com a pesquisa brasileira. A entidade promove canais de comunicação entre todos os pesquisadores interessados na internacionalização da pesquisa brasileira em Turismo, incluindo pesquisadores brasileiros que buscam contato com a comunidade internacional e pesquisadores estrangeiros que se interessam pelo Brasil.

SIGESTur será apresentado em conferência internacional de Turismo

Professor Aristides Faria, do curso de Turismo, do IFSP Câmpus Cubatão obteve aprovação de artigo científico a ser apresentado em Aalborg, na Dinamarca.

“Aproximações entre Comunicação, Turismo e Hotelaria: uma investigação empírica”. Este é o título do artigo científico aprovado para apresentação durante conferência promovida pelo Council for Hospitality Management Education (CHME).

O trabalho aprovado tem coautoria de Elizabeth Kyoko Wada, docente e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities).

CHME Research Conference será realizada entre os dias 16 e 20 de maio nas instalações da University College of Northern Denmark (UCN), representada pelo pesquisador Anders Justenlund.

..:: Sobre a publicação ::..

O artigo discute possíveis convergências entre turismo (espaços patrimoniais), hospitalidade (relacionamento entre os stakeholders) e comunicação (jogos pervasivos, aplicativos para dispositivos móveis e redes sociais).

É proposto o “Sistema Integrado de Gestão de Destinos Turísticos” (SIGESTur), experiência brasileira desenvolvida no âmbito do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

O modelo proposto busca poderá ser capaz de auxiliar gestores de destinos turísticos e prestadores de serviços na tarefa de gerenciar as demandas dos atores atuantes no mercado turístico.

A ferramenta apresentada fundamenta-se na lógica de que as relações de hospitalidade ou hostilidade entre os atores atuantes no setor de viagens e turismo determinam a competitividade desses mercados.

..:: Sobre o CHME ::..

O CHME é uma organização sem fins lucrativos que representa universidades e colégios do Reino Unido, Europa e universidades internacionais que oferecem programas de educação superior nas áreas de estudos de hospitalidade, administração de hospitalidade e áreas afins.

É o propósito declarado da CHME contribuir para o desenvolvimento profissional e status da educação no Reino Unido e na gestão da hospitalidade internacional, através do compartilhamento das melhores práticas em estudos e pedagogia.

Mais informações sobre a conferência: http://chme17.org/

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

PPG em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi lança livro sobre competitividade no turismo paulista

Obra que chaga às livrarias neste mês trata das relações de hospitalidade e hospitalidade entre os stakeholders do poder público na gestão do destino “Costa da Mata Atlântica”.

A ação governamental pode dinamizar o turismo regional. A partir dessa premissa, Aristides Faria Lopes dos Santos, aluno do Programa de Pós-graduação em Hospitalidade, desenvolveu um estudo de casos múltiplos sobre as relações de hospitalidade e hostilidade existentes entre o poder público e seus stakeholders no setor de viagens e turismo em nível local e regional.

Os municípios analisados foram Cubatão, Itanhaém e Santos, todos no litoral paulista. Um dos motivos que levaram o autor a trabalhar com estas cidades foi a “complementaridade” que cada uma representa no contexto do destino “Costa da Mata Atlântica” – denominação turística da Região Metropolitana da Baixada Santista.

Esta região administrativa é instituída, na forma da lei, pelos municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.  Na fase de pesquisa de campo foram entrevistados Secretários de Turismo das três cidades citadas, além de atores atuantes no turismo local/regional indicados por estes.


O estudo revelou vícios persistentes na administração pública, falta de políticas públicas de fomento para o setor e inanição dos Conselhos Municipais de Turismo. Por outro lado, a pesquisa identificou relevantes oportunidades de negócios e amplo mercado de trabalho para profissionais e empreendedores especialistas no setor.

A obra é oriunda da dissertação de Mestrado em Hospitalidade defendida pelo autor em agosto de 2015 sob orientação da Professora Dra. Elizabeth Kyoko Wada, quem assina o prefácio do livro e coordena o PPG em Hospitalidade da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities).

..:: Sobre a obra ::..

Título: “Competitividade no setor de viagens e turismo: estudo de casos múltiplos
Editora: Scortecci
ISBN: 978-85-366-4968-9
Páginas: 164

..:: Sobre o autor ::..

Aristides Faria Lopes dos Santos é Mestre em Hospitalidade (2013-2015), doutorando pelo mesmo Programa e professor em regime de dedicação exclusiva do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Turismo Social é tema de publicação de docente do curso de turismo do IFSP Câmpus Cubatão

Estudo aborda a ação governamental orientada à difusão dos benefícios econômicos e sociais do turismo em prol das comunidades receptoras e negócios locais.

Aristides Faria, professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), é autor do artigo “Administração pública do turismo: experiências sulamericanas de turismo social em perspectiva comparada (Argentina, Brasil e Chile)”, que foi publicado na presente edição da revista ABET Anais Brasileiros de Estudos Turísticos.

O professor é responsável pela disciplina Gestão Pública (GPBT5) no referido curso e desenvolve trabalhos diversos neste campo. Destaca-se a “Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista” e o “Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista” (SEHLIPA).

Respectivamente, os projetos se tratam de um mapeamento/monitoramento do turismo regional com foco na gestão de equipamentos e atrativos turísticos administrados pelo poder público e um evento anual que reúne empresários, profissionais e autoridades públicas atuantes no setor de viagens e turismo no litoral paulista.

A pesquisa recém publicada teve início em 2015 e como resultados finais foi verificado que na Argentina o governo federal financia parcialmente as viagens para grupos familiares; no Brasil, o governo federal e o empresariado do setor de comércio subsidiam um sistema de serviços para empregados formais do setor; e no caso chileno o turista custeia sua viagem integralmente, mas o governo nacional mantém sistema de apoio ao turista e qualificação dos prestadores de serviços atuantes em destinos turísticos alheios aos roteiros convencionais.

O artigo encontra-se publicado na edição quadrimestral de janeiro a abril e pode ser acessado a partir do linkhttps://abet.ufjf.emnuvens.com.br/abet/index.

..:: Sobre a Revista ::..

ABET é um journal online de acesso aberto e gratuito para leitura e download de textos, com periodicidade quadrimestral e revisão cega por pares (doble-blind review), que recebe trabalhos originais e inéditos que não estejam em avaliação em outros meios de publicação.

São aceitos artigos de investigação científica, ensaios, relatos de caso e resenhas em português, inglês, espanhol ou francês sobre turismo a partir do enfoque das ciências sociais (ex. temas: sociologia, ciência política, antropologia, planejamento urbano, gestão pública e social, etc.).



ABET é editada no Departamento de Turismo da Universidade Federal de Juiz de Fora/= (UFJF )por meio do Grupo de Pesquisa Conhecimento, Organização e Turismo (COGITO/CNPq).

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Professor santista lança livro sobre competitividade no turismo paulista

Obra que chaga às livrarias neste mês trata da importância da ação consorciada entre os atores do setor de viagens e turismo na gestão do destino “Costa da Mata Atlântica”.

A ação governamental pode dinamizar o turismo regional. A partir dessa premissa, Aristides Faria, professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo  (Câmpus Cubatão), desenvolveu um estudo de casos múltiplos sobre as relações de hospitalidade e hostilidade existentes entre o poder público e seus stakeholders no setor de viagens e turismo em nível local e regional.

Os municípios analisados foram CubatãoItanhaém Santos, todos no litoral paulista. Um dos motivos que levaram o autor a trabalhar com estas cidades foi a “complementaridade” que cada uma representa no contexto do destino “Costa da Mata Atlântica” – denominação turística da Região Metropolitana da Baixada Santista.

Este estudo revelou vícios persistentes na administração pública, falta de políticas públicas de fomento para o setor e inanição dos Conselhos Municipais de Turismo. Por outro lado, a pesquisa identificou relevantes oportunidades de negócios e amplo mercado de trabalho para profissionais e empreendedores especialistas no setor.

..:: Sobre a obra ::..

O livro intitulado “Competitividade no setor de viagens e turismo” (Editora Scortecci) se desenrola a partir dos conceitos de Hospitalidade, Serviços, Competitividade, Stakeholders e Turismo. A experiência profissional do autor à frente da [RH em Hospitalidade] (www.rhemhospitalidade.com) enriquece o estudo e dá consistência às conclusões apresentadas no livro.

Cabe citar duas ações que foram essenciais para a fundamentação das reflexões propostas: Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) e Agenda Propositiva do Turismo da Baixada Santista.

A primeira é um evento científico, anual e itinerante, que reúne empresários, profissionais e autoridades do setor de turismo no estado de São Paulo. O segundo é um projeto autônomo e apartidário que promove o diálogo entre os diversos atores do trade turístico e a realização de visitas técnicas a atrativos turísticos para incentivar o ingresso do tema “gestão do turismo” na Agenda das prefeituras locais no litoral paulista.

..:: Sobre o autor ::..

Aristides Faria, é graduado em Turismo (Unisul, 2000-2002), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (UFSC, 2003), possui MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2011) e é Mestre em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi (2013-2015). Atualmente cursa Doutorado no mesmo Programa.


É professor em regime de dedicação exclusiva do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Professor do curso de turismo do IFSP Câmpus Cubatão concede entrevista à Rádio Santos FM


Livro “Competitividade no setor de viagens e turismo” será lançada em fevereiro e trata do desenvolvimento da gestão do destino “Costa da Mata Atlântica”.

A ação governamental pode dinamizar o turismo regional. A partir dessa premissa, Aristides Faria, professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), desenvolveu um estudo de casos múltiplos sobre as relações de hospitalidade e hostilidade existentes entre o poder público e seus stakeholders no setor de viagens e turismo em nível local e regional.

Os municípios analisados foram Cubatão, Itanhaém e Santos, todos no litoral paulista. Um dos motivos que levaram o autor a trabalhar com estas cidades foi a “complementaridade” que cada uma representa no contexto do destino “Costa da Mata Atlântica” – denominação turística da Região Metropolitana da Baixada Santista.

O autor concedeu entrevista ao jornalista Rafael Motta programa “Entrelinhas”, na Rádio Santos FM (92,5 MHz), nesta quarta-feira (25). Quem perdeu a transmissão ao vivo pode acessar o link a seguir para ouvir o programa na íntegra: http://bit.ly/2ki0WPu.

..:: Sobre a obra ::..

O livro intitulado “Competitividade no setor de viagens e turismo” (Editora Scortecci) se desenrola a partir dos conceitos de Hospitalidade, Serviços, Competitividade, Stakeholders e Turismo. A experiência profissional do autor à frente da [RH em Hospitalidade] (www.rhemhospitalidade.com) enriquece o estudo e dá consistência às conclusões apresentadas no livro.

Cabe citar duas ações que foram essenciais para a fundamentação das reflexões propostas: Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) e Agenda Propositiva do Turismo da Baixada Santista.

A primeira é um evento científico, anual e itinerante, que reúne empresários, profissionais e autoridades do setor de turismo no estado de São Paulo. O segundo é um projeto autônomo e apartidário que promove o diálogo entre os diversos atores do trade turístico e a realização de visitas técnicas a atrativos turísticos para incentivar o ingresso do tema “gestão do turismo” na Agenda das prefeituras locais no litoral paulista.

..:: Sobre o autor ::..

Aristides Faria, é graduado em Turismo (Unisul, 2000-2002), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (UFSC, 2003), possui MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2011) e é Mestre em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi (2013-2015). Atualmente cursa Doutorado no mesmo Programa.

É professor em regime de dedicação exclusiva do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

Professor do IFSP Câmpus Cubatão lança livro sobre competitividade no turismo paulista


A obra será lançada em fevereiro e trata da importância da ação consorciada os atores do setor de viagens e turismo na gestão do destino “Costa da Mata Atlântica”.

A ação governamental pode dinamizar o turismo regional. A partir dessa premissa, Aristides Faria, professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo  (Câmpus Cubatão), desenvolveu um estudo de casos múltiplos sobre as relações de hospitalidade e hostilidade existentes entre o poder público e seus stakeholders no setor de viagens e turismo em nível local e regional.

Os municípios analisados foram Cubatão, Itanhaém e Santos, todos no litoral paulista. Um dos motivos que levaram o autor a trabalhar com estas cidades foi a “complementaridade” que cada uma representa no contexto do destino “Costa da Mata Atlântica” – denominação turística da Região Metropolitana da Baixada Santista.

Este estudo revelou vícios persistentes na administração pública, falta de políticas públicas de fomento para o setor e inanição dos Conselhos Municipais de Turismo. Por outro lado, a pesquisa identificou relevantes oportunidades de negócios e amplo mercado de trabalho para profissionais e empreendedores especialistas no setor.

..:: Sobre a obra ::..

O livro intitulado “Competitividade no setor de viagens e turismo” (Scortecci) se desenrola a partir dos conceitos de Hospitalidade, Serviços, Competitividade, Stakeholders e Turismo. A experiência profissional do autor à frente da [RH em Hospitalidade] (www.rhemhospitalidade.com) enriquece o estudo e dá consistência às conclusões apresentadas no livro.

Cabe citar duas ações que foram essenciais para a fundamentação das reflexões propostas: Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) e Agenda Propositiva do Turismo da Baixada Santista.

A primeira é um evento científico, anual e itinerante, que reúne empresários, profissionais e autoridades do setor de turismo no estado de São Paulo. O segundo é um projeto autônomo e apartidário que promove o diálogo entre os diversos atores do trade turístico e a realização de visitas técnicas a atrativos turísticos para incentivar o ingresso do tema “gestão do turismo” na Agenda das prefeituras locais no litoral paulista.

..:: Sobre o autor ::..

Aristides Faria, é graduado em Turismo (Unisul, 2000-2002), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (UFSC, 2003), possui MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2011) e é Mestre em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi (2013-2015). Atualmente cursa Doutorado no mesmo Programa.

É professor em regime de dedicação exclusiva do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Mapeamento do turismo regional têm resultados parciais divulgados


Primeiros resultados da Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista: Edição 2017 são divulgados.

Este mês de janeiro marca a atualização do mapeamento do turismo regional desenvolvido pelo professor Aristides Faria, do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

Entre os dias 16 e 17 o professor visitou equipamentos e atrativos turísticos das cidades de Bertioga, Cubatão, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente, quando foram observados aspectos referentes à promoção, sinalização e oferta de informações que facilitem o acesso de visitantes (turistas e/ou residentes), à segurança e higiene dos espaços públicos e a acessibilidade também.

Foram visitados os seguintes locais (ou suas imediações):
  • Bertioga: orla da praia do Centro (Avenida Tomé de Souza), Forte São João e Parque dos Tupiniquins (nas imediações), Portinho da Usina de Itatinga (Rua Manoel Gajo/Rio Itapanhaú).
  • Cubatão: Parque Ecológico do Perequê, Largo do Sapo (Praça Coronel Joaquim Montenegro e casarios), Avenida Nove de Abril, Monumento “Cruzeiro Quinhentista”, Sistema Anhieta-Imigrantes e Rodovia Cônego Domênico Rangoni e sistema viário de acesso aos bairros Jardim Casqueiro e Vila Nova. 
  • Itanhaém: Orla da praia do bairro Gaivota e da região central histórica, Praia do Sonho, Casa de Câmara e Cadeia, Píer do Guaraú (bairro Ivoty/Rio Itanhaém), Morro do Paranambuco (Painéis de Anchieta), Passarela e Cama de Anchieta, Country Club (orla do Rio Preto) e Paróquia Nossa Senhora do Sion (bairro Suarão).
  • Mongaguá: Plataforma de Pesca Amadora, Parque Turístico Ecológico “A Tribuna” (fechado), Feira de Artes (Plataforma), orla da praia do Centro e Mirante do Morro da Padroeira (monumento à Nossa Senhora Aparecida).
  • Peruíbe: Ruínas do Abarebebê (fechado), Lamário Municipal, Aquário, Parque Turístico (abandonado), Praça Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco (Praça Redonda), Central de Informações Turísticas Metropolitana (CITM) e orla da praia do Centro.
  • Praia Grande: Área de Lazer Ézio Dall'Acqua (Portinho), entorno dos monumentos à Iemanjá e Netuno.
  • São Vicente: Mirante Niemeyer (Ilha Porchat), Mirante do Morro do José Menino (Morro da Asa Delta), Horto Municipal (Parque Ecológico Voturuá), orla da praia das praias do Gonzaguinha, do Itararé e dos Milionários e Avenida Presidente Wilson, Avenida Nossa Senhora de Fátima, Rua Frei Gaspar e acessos ao Sistema Anchieta-Imigrantes.


Dentro do planejado, nos próximos dias, conforme as condições climáticas, o professor percorrerá os municípios de Santos e Guarujá para visitar equipamentos e atrativos turísticos localizados nestas cidades.

As imagens do georreferenciamento preliminar destes espaços locais foram disponibilizadas na fanpage do projeto no Facebook (www.facebook.com/agendapropositivadoturismo/).
  
..:: Histórico ::..

A “Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista” foi criada em 2014 e objetiva orientar a tomada de decisões de gestores públicos municipais atuantes na área do turismo sobre os rumos do setor para os próximos anos.

A atualização do mapeamento proposto começou nesta segunda-feira (16) e deverá se estender por mais dias. Em seguida, os dados coletados serão tratados e analisados pelo professor, quem divulgará essas análises amplamente para discussão com os profissionais do setor.

Os interessados podem acompanhar os resultados preliminares da Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista: Edição 2017 por meio da fanpage do projeto no Facebook:

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

(Pré) Lançamento do livro "Competitividade no setor de Viagens e Turismo"

Caros amigos,

Informo que dentro de algumas semanas meu primeiro livro chegará às livrarias de todo o país! Compartilho a seguir o texto das orelhas em primeira mão com todos que acompanham o blog [RH em Hospitalidade].

A obra é intitulada “Competitividade no setor de Viagens e Turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista” e será publicada pela Editora Scortecci, de São Paulo. Haverá ampla distribuição, também, pela internet tanto de livros físicos quanto de e-books também.

Durante o ano serão realizadas ações promocionais para lançamento do livro, então aguardem as novidades e os convites para participação nestes eventos! Adianto o (pré) convite para a próxima edição do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA), que acontecerá em Cubatão (SP) nos próximos meses – ainda em data e local a serem definidos.

..:: Sobre o livro ::..

“Competitividade no setor de viagens e turismo” se desenrola a partir dos conceitos de Hospitalidade, Serviços, Competitividade, Stakeholders e Turismo. A experiência profissional do autor à frente da [RH em Hospitalidade] (rhemhospitalidade.com), entretanto, enriquece o estudo e dá consistência às conclusões apresentadas no livro.

Cabe citar duas ações que foram essenciais para a fundamentação das reflexões propostas: Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (sehlipa.com) e Agenda Propositiva do Turismo da Baixada Santista.

A primeira é um evento científico, anual e itinerante, que reúne empresários, profissionais e autoridades do setor de turismo no estado de São Paulo. O segundo é um projeto autônomo e apartidário que promove o diálogo entre os diversos atores do trade turístico e a realização de visitas técnicas a atrativos turísticos para incentivar o ingresso do tema “gestão do turismo” na Agenda das prefeituras locais no litoral paulista.

Aristide Faria, é graduado em Turismo (Unisul, 2000-2002), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (UFSC, 2003), possui MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2011) e é Mestre e doutorando em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities) (2013-2015).

É professor em regime de dedicação exclusiva do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão).

Um forte abraço!

Sucesso sempre,


Aristides Faria

Blog [RH em Hospitalidade] completa dez anos de história e muitas realizações!



Caros amigos,

Desde o presente mês de janeiro de 2017 eu gostaria de iniciar uma série de ações e comunicações em alusão aos dez anos de vida do blog [RH em Hospitalidade].

Durante o ano de 1999 eu planejei com meus pais a minha mudança de estado para estudar Turismo. Ingressei na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) e iniciei meus estudos efetivamente no ano 2000, quando me mudei de Santos (SP) para Florianópolis (SC).

A partir da realização de estágios, cursos complementares, estudos e, desde cedo, publicações e participações em eventos técnico-científicos, foi possível começar a determinar os rumos que eu gostaria de dar para minha carreira.

Entre meados de 2007 e 2008 voltei a morar no litoral paulista, quando por necessidade e oportunidade criei o blog. Em 03 de outubro de 2007 lancei uma proposta no ar e com certo ineditismo iniciei um movimento de discussão do turismo, da hotelaria e da gastronomia – serviços de hospitalidade – por meio das, ainda prematuras, redes sociais.

Confira no link a seguir o primeiro post do blog:


Naturalmente, o conteúdo se adaptou ao longo do tempo, assim como eu me qualifiquei e passei por novas experiências pessoais e profissionais que me habilitaram – pelo menos eu acredito que sim! – para conduzir uma rede de colegas interessados em difundir e discutir conceitos, boas práticas e mesmo gerar oportunidades de negócios.

Com o tempo vieram premiações e o reconhecimento da audiência, da academia e do mercado corporativo! Em agosto de 2009 o sonho ganhou novos contornos e tornou-se possível transformar o blog em uma empresa de consultoria (CNPJ: 11.070.875/0001-86).

Nasceu a [RH em Hospitalidade], assessoria em educação corporativa com foco no setor de serviços (www.rhemhospitalidade.com). Entre altos e baixos, idas e vindas, conversas e experiências diversas, em 2011, surgiu a ideia de promover um evento de relacionamento para os profissionais do turismo atuantes no estado de São Paulo.

Em 2012, efetivamente, realizei a primeira edição do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) (www.sehlipa.com). O evento é anual e itinerante e já passou pelas cidades do Guarujá (2012), Praia Grande (2013), São Paulo (2014), Santos (2015) e Itanhaém (2016). Em 2017 o SEHLIPA será sediado em Cubatão.

É relevante citar que a marca do blog (nº  908957572), seu slogan (nº  908957718) e a marca do Seminário (nº  908957645) têm registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI)!

Paralelamente, em 2014, fui aprovado em concurso público então quando fui efetivamente convocado encerrei as atividades da empresa. Sou Professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), onde tenho a oportunidade de semear diariamente e compartilhar com alunos e colegas as experiências que tenho vivido.

Comentando a questão da formação acadêmica, é importante citar que concluí a graduação em Turismo em 2002, em seguida cursei uma Especialização em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003), anos depois concluí um MBA em Gestão de Projetos pela Universidade Católica de Santos (2011) e, mais recentemente, entre 2013 e 2015, cursei o Mestrado em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities). Atualmente sou doutorando em Hospitalidade no mesmo Programa.

Sobre o futuro (brevíssimo) informo que está em vias de lançamento meu primeiro livro, que se intitula “Competitividade no setor de Viagens e Turismo: estudo de casos múltiplos no litoral paulista” (à direita). Aguardem!

Registro, assim, minha felicidade em completar dez anos de vida de meu blog! Tenho certeza de ter colaborado com o desenvolvimento de muitos colegas e, de algum modo, ajudado a colocar em pauta a importância da qualificação profissional para atuação no setor de viagens e turismo.

Quem venham muitos outros desafios! Estou certo de que o caminho pavimentado e as pessoas que se aproximaram deste projeto de vida irão me ajudar!

Um forte abraço!

Sucesso sempre,


Aristides Faria

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

IFSP: Professor do curso de Turismo promove mapeamento do turismo regional

Projeto visa orientar a tomada de decisões de gestores públicos municipais atuantes na área do turismo sobre os rumos do setor para os próximos anos.

O professor Aristides Faria, do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Câmpus Cubatão), desenvolve desde 2014 ação autônoma e apartidária de mapeamento do turismo regional no litoral paulista.

A iniciativa compreende as cidades de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

O projeto “Agenda Propositiva do Turismo” mobiliza anualmente profissionais da área para colaborarem com este diagnóstico, o que confere caráter participativo à proposta.

A primeira edição do projeto teve três frentes de ação concomitantes: a primeira foi uma pesquisa de opinião pública online voltada a profissionais, empresários e estudantes do setor; a segunda foi uma rodada de visitas técnicas aos municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista; e a terceira foi uma série de reuniões com profissionais do setor para discutir, justamente, os resultados em levantamento àquela ocasião.

Os resultados foram apresentados em três atos públicos realizados na ETEC Aristóteles Ferreira, em Santos (SP), na UNIESP Diadema, na Região Metropolitana de São Paulo, e na Associação Comercial, Agrícola e Industrial de Itanhaém – cidade que veio sediar o Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) (www.sehlipa.com), em 2016.

As conclusões da primeira edição do projeto foram compiladas em uma apresentação, a qual pode ser acessada por meio do link a seguir:


..:: Edição 2017 ::..

Conforme a proposta original do projeto, em 2014, ficou estabelecido que as visitações aos atrativos e equipamentos turísticos da região seriam realizadas periodicamente. Assim, durante o presente mês de janeiro, encontram-se em andamento as visitas aos municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista.

A atualização do mapeamento proposto começou nesta segunda-feira (16) e deverá se estender por mais dois dias. Em seguida, os dados coletados serão tratados e analisados pelo professor, quem divulgará essas análises amplamente para discussão com os profissionais do setor.

Os interessados podem acompanhar os resultados preliminares da Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista: Edição 2017 por meio da fanpage do projeto no Facebook:



Mais informações: aristidesfaria@ifsp.edu.br